terapia de casal

Terapia de Casal

A terapia de casal vem para tentar mudar um quadro preocupante. No Brasil, os casamentos estão durando cada vez menos. A maioria dos casais (56,5%) está se divorciando antes de completar 15 anos de união apontam as Estatísticas do Registro Civil 2011. Sendo que, 41,6% deles, portanto, não completam uma década. Os que nem chegaram a completar um ano de casados, e que antes não constavam entre as dissoluções, agora, no entanto, já representam 1,8% do total. Da mesma forma, divórcio está ocorrendo também cada vez mais cedo, em média aos 42 anos para eles e 39 anos para elas. Como resultado, os dados são crescentes e alarmantes.

Para Rita e Bob Resnick, a taxa de divorcio altíssima, no entanto, não reflete a parte principal. Em primeiro lugar, eles acreditam que a parte principal são aqueles casais que estão em um: “casamento secretamente miserável”. Resumindo, são aqueles casais que mantém um relacionamento insatisfatório por algum fator externo. Seja por causa dos filhos, da religião, do dinheiro, do estigma social, por medo de ficar sozinhos, etc.

E mais, eles acreditam que o nosso modelo de  casamento está desatualizado e obsoleto. Em outras palavras, hoje procuramos em uma só pessoa, o que antes uma comunidade inteira oferecia: base, significado, e continuidade. Além do mais, queremos também que os nossos relacionamentos sejam românticos, gratificantes emocionalmente e sexualmente. Como resultado, criamos muitas expectativas. Consequentemente, as estruturas conjugais tradicionais tem dificuldades de satisfazer o preceito moderno.

Amar de Olhos Abertos

Jorge Bucay e Silvia Salinas em seu livro “Amar de Olhos Abertos” afirmam que amar é aceitar o outro como ele é. Ou seja, o fato do parceiro pensar diferente, não quer dizer que ele não ama. Certamente não é necessário pensar igual! Aceitar não significa se resignar ou acreditar que não é possível melhorar. A psicoterapia de casal crê que, acima de tudo, aceitar é o que traz a verdadeira mudança.

Em primeiro lugar, a maneira como o casal lida com as diferenças em geral está na raiz dos conflitos. Em geral cada membro do casal pensa: meu ponto de vista é melhor, se eu estou certo, você esta errado. Se o casal consegue achar um espaço onde nenhum deles tem medo de ser “colonizado” pelo outro, cada um pode ouvir o outro com boa vontade e benevolência. Este é o propósito da terapia de casal.

Para ser aceito, cada um precisa se mostrar inteiramente. Para isso, é preciso intimidade, saber que se pode falar qualquer coisa, que a outra pessoa saberá lidar. Há então, a segurança de que a pessoa não precisar se vigiar no que fala ou faz, seja em uma briga ou em um momento romântico. Certamente não é uma autorização para magoar o outro, mas sim, um momento de compartilhar do interior.

Como Funciona a Terapia de Casal

A  terapia de casal auxilia cada indivíduo a identificar quais são suas necessidades básicas e como satisfazê-las. A idéia da terapia, acima de tudo, é convidar o cliente a estar lá sendo quem ele é. Durante a terapia o terapeuta não vai tentar  resolver as questões do casal, e sim vai colocar luz nas questões. Auxiliar o casal a ficar consciente de seu processo, de como criam  as situações  e colaboram para mantê-las, através de lances de relacionamentos co-desencadeantes.

Por fim, durante a terapia de casal é importante que o casal tome consciência de como se interrompe e também de quais são as suas competências. Então, se o casal tiver consciência das suas competências podem utilizá-las para solucionar impasses quando estes aparecerem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 3 =